Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Notícias

25/03/2015

IBGE disponibiliza conjunto de mapas das “Áreas Urbanizadas do Brasil - 2005”

IBGE disponibiliza conjunto de mapas das “Áreas Urbanizadas do Brasil - 2005” Divulgação

O IBGE disponibiliza hoje,  no seu portal na internet, um conjunto de mapas das “Áreas Urbanizadas do Brasil”. Este trabalho é fruto da análise e mapeamento (vetorização) de áreas urbanizadas a partir de imagens de satélite CBERS-2B, em escala 1:100.000 (1cm = 1km). A maioria das imagens que serviram de base para o mapeamento é do período de 2005 a 2007.

Os mapas estão disponíveis, em formato digital, na página do IBGE na Internet, no link:
http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/geografia/geografia_urbana/areas_urbanizadas/default.shtm

Nos mapas, as manchas urbanizadas foram classificadas em três categorias: muito densa, densa e pouco densa. A mancha muito densa normalmente corresponde às áreas centrais de grandes aglomerações urbanas, caracterizando-se por um adensamento acentuado das construções, com presença de verticalização e quase ausência de solo não impermeabilizado.

Já a mancha classificada como densa caracteriza-se por uma ocupação urbana contínua, baixa verticalização, com predominância de casas, pouco espaçamento entre as construções e com maior presença de solo não impermeabilizado.
Por fim, a mancha classificada como pouco densa caracteriza-se pela presença de feições urbanas (ruas, quadras etc.) e uma ocupação esparsa. Essa classificação inclui loteamentos ainda em processo de ocupação ou uma transição entre as paisagens urbana e rural, situando-se, geralmente, nas bordas da mancha densa. Há casos, todavia, em que é encontrada uma mancha pouco densa em pequenas ocupações isoladas, como, por exemplo, sedes de distritos municipais.

O trabalho é composto por três diferentes conjuntos de Áreas Urbanizadas:

Áreas Urbanizadas das grandes aglomerações urbanas, que utiliza como base o recorte territorial empregado na pesquisa “Região de Influência das Cidades – REGIC (2007) e apresenta todas as aglomerações urbanas ou municípios isolados com população superior a 350 mil habitantes em 2000;

Áreas Urbanizadas dos municípios da Zona Costeira do Brasil, que inclui as manchas urbanizadas dos municípios costeiros definidos pelo Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro II e retrata o estado da urbanização da zona costeira brasileira tendo como referência o ano de 2005; Áreas Urbanizadas dos municípios com mais de 100.000 habitantes, que usou como referência a estimativa de população do IBGE para o ano de 2005.

São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília tinham as maiores áreas urbanizadas em 2005

O quadro das Áreas Urbanizadas do Brasil em 2005 ratifica São Paulo e Rio de Janeiro como as duas maiores cidades nacionais no que tange à área construída e também indica a consolidação de Brasília como a terceira maior cidade brasileira em área urbanizada, à frente de Curitiba e Belo Horizonte. Com uma área urbanizada de 266,53 km2, Manaus aparece como a maior cidade em extensão urbanizada das regiões Norte e Nordeste. Em ordem decrescente, Fortaleza, Goiânia, Campinas e Porto Alegre completam o quadro das 10 maiores cidades brasileiras em extensão.
 

Fonte: Comunicação Social / IBGE

Voltar